Dia da Radiodifusão é lembrado em solenidade na Câmara dos Deputados

O dia da Radiodifusão, comemorado nesta quarta-feira (25), foi lembrando pelos parlamentares na Câmara dos Deputados. Realizada durante sessão solene no Plenário da Casa, a comemoração foi requerida e presidida pelo deputado Delegado Pablo (PSL-AM).

Na ocasião, o parlamentar ressaltou que a radiodifusão é importante para região Norte, levando em conta que existem 131 emissoras de rádio FM com permissão para operar na Amazônia Legal. A área, segundo o deputado, tem o rádio como o principal meio de obter informação e como ferramenta de desenvolvimento e comunicação do país.

“É uma data muito importante. Eu acredito que, independentemente de outras plataformas de comunicação, o rádio é a forma mais segura de você transferir informação e é o meio mais atual ainda, por mais que seja o mais antigo, de você trazer entretenimento, seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar”, defendeu o deputado.

O presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão, Márcio Novaes, também participou da solenidade na Câmara dos Deputados. Para ele, a data também é oportuna para ressaltar a importância do rádio no combate às notícias falsas.

“Nesses tempos de rede social, de mídia digital, onde se propaga livre e impunimente as notícias falsas, é no rádio e na televisão que o cidadão brasileiro encontra a verdade. É lá que ele pode checar se aquela informação que ele recebeu é de fato verdadeira”, afirmou.

A data para comemorar o Dia da Radiodifusão foi escolhido por conta do aniversário de Roquete Pinto, considerado o “pai” do rádio brasileiro, que em 1923 inaugurou oficialmente a primeira emissora do Brasil: a Sociedade do Rio de Janeiro.

FONTE: AR+