Após prisão de Roberto Jefferson, Bolsonaro anuncia que vai pedir ao Senado impeachment de Moraes e Barroso

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou que levará ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (Democratas-RO), o pedido de impeachment dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Há muito os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, extrapolam com atos os limites constitucionais. Na próxima semana, levarei ao Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, um pedido para que instaure um processo sobre ambos, de acordo com o art. 52 da Constituição Federal”, escreveu Bolsonaro.

A posição do presidente foi anunciada no Facebook depois que Moraes voltou a causar polêmica ao determinar a prisão do presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), por suas críticas contundentes contra os integrantes do Supremo Tribunal Federal.

Já o ministro Barroso, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem sido alvo de críticas da sociedade por suas tentativas de defesa das urnas eletrônicas, que são objetivo de desconfiança do eleitorado por falta de transparência.

O art. 52 da Constituição Federal citado por Bolsonaro versa sobre as competências privadas do Senado Federal. Entre elas está processar e julgar os ministros do STF.

Fonte: Gospel Prime