Pastor Jorge Linhares é intimado por se opor a ideologia de gênero

O pastor Jorge Linhares, líder da Igreja Batista Getsêmani, foi intimado pelo Ministério Público de Minas Gerais por sua posição contra a ideologia de gênero. A intimação foi assinada pelo procurador Mário Konichi Higuchi Junior, segundo informações divulgadas por Linhares, nas redes sociais.

“Aí está, o Ministério Público do estado de Minas Gerais, mandando para mim a intimação para eu estar lá no dia 02 de agosto de 2021, às 15h00, na condição de investigado por ter declarado claramente que, não somente eu, mas o Colégio Batista Getsêmani, a igreja, todos nós, a Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus declara que homem é homem, mulher é mulher, menino é menino, menina é menina”, declarou o pastor.

LGBT

A intimação se deu após vídeo publicado pelo Colégio Batista Getsêmani, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, em resposta a campanha polêmica do Burger King sobre a agenda LGBT.

Como o pastor é representante do colégio, o promotor decidiu intimá-lo por “eventual postagem de discriminação” após receber denúncias feitas por ativistas LGBT.

Fonte: Gospel Prime