Veja como os deputados federais da Bahia votaram na sessão que rejeitou proposta da PEC do voto impresso

A Câmara dos Deputados derrubou a Proposta de Emenda Constitucional que criaria o voto impresso auditável nas eleições do país na noite desta terça-feira (10). Para ser aprovada, a PEC precisava de, no mínimo, 308 votos. No entanto, 218 parlamentares votaram contra e 229 deputados apoiaram a PEC, e o deputado federal Aécio Neves (PSDB/MG) se absteve.

A PEC 135 foi apresentada na Câmara dos Deputados em dezembro de 2019, tendo como a autora a deputada federal, Bia Kicis (PSL-DF).

Apesar da matéria ter o parecer final reprovado pela comissão especial, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP/AL), colocou a PEC em votação no Plenário da Câmara, onde foi enterrada definitivamente, após a reprovação dos parlamentares.

Dos 30 deputados federais da Bahia, que estavam presentes no plenário, nove votaram a favor da PEC do voto impresso, enquanto 21 votaram contra.

Veja:

Afonso Florence – NÃO
Alex Santana – SIM
Alice Portugal – NÃO
Antonio Brito – NÃO
Bacelar – NÃO
Cacá Leão – SIM
Claudio Cajado – SIM
Daniel Almeida – NÃO
Félix Mendonça Júnior – NÃO
Igor Kannário – SIM
João Carlos Bacelar – NÃO
Jorge Solla – NÃO
José Rocha – NÃO
Joseildo Ramos – NÃO
Leur Lomanto Júnior – SIM
Lídice da Mata – NÃO
Marcelo Nilo – NÃO
Márcio Marinho – SIM
Mário Negromonte Jr. – NÃO
Otto Alencar Filho – NÃO
Paulo Magalhães – NÃO
Professora Dayane Pimentel – NÃO
Raimundo Costa – NÃO
Sérgio Brito – NÃO
Tia Eron – SIM
Tito – SIM
Uldurico Junior – SIM
Valmir Assunção – NÃO
Waldenor Pereira – NÃO
Zé Neto – NÃO

Da Redação